skip to Main Content
MULHER E MOTOCICLISMO

MULHER E MOTOCICLISMO

A maior parte das matérias que criamos para o blog da Triumph envolvem, geralmente, os motociclistas homens e suas experiências. Mas a verdade é que, embora os homens aparentem ser a maioria desse público, muitas mulheres já estão dominando as estradas com suas motocicletas. Por isso, conversamos com a rider Tatiana Venturini para responder algumas perguntas sobre sua experiência com o motociclismo e mostrar para você o lado mais feminino dessa paixão sob duas rodas. Bora conferir!?

tatiana1

1) Você pilota há quanto tempo?

Aprendi a andar de moto com 14 anos, sempre pilotei com a moto do meu pai e, depois, com a do meu marido também. Foi somente em 2013 que resolvi comprar uma moto só pra mim, a partir daí começaram as minhas aventuras.

2) De onde surgiu essa vontade de pilotar uma moto? Alguém influenciou?

Sempre gostei, achava muito legal. Quando aprendi a pilotar, meu pai fazia parte de um moto clube, daí que a vontade de ter uma moto ficou mais forte. Eu via o pessoal e enlouquecia, achava legal o estilo, os passeios, as viagens, as turmas reunidas, a alegria e as risadas.

3) Já realizou algum tipo de viagem? Foi sozinha ou em grupo? Caso tenha sido em grupo, quantas mulheres foram pilotando também?

Como diria meu marido, desde 2013 me larguei ao mundo, hehe.

Já fiz várias viagens, a maioria com meu marido: São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e por aí vai. A maior viagem que já fiz foi para o Ushuaia. A primeira vez, em 2013, fui com um grupo de amigos, 3 mulheres pilotando, um casal no carro de apoio e mais 2 casais pilotando, foram 37 dias de viagem, sem o meu marido. Depois, em 2014, voltei ao Ushuaia, desta vez junto a ele, mais 19 dias de pura aventura.

tatiana2

4) Qual a sua opinião a respeito da participação de mulheres no motociclismo?

Eu acho muito bacana! Grupos grandes, grupos pequenos, enfim…mulheres de motos reunidas com um único objetivo: rodar por aí e ser feliz. Admiro muito observar nos grandes centros, o tamanho dos grupos de mulheres, com vários estilos: custom, big trail, esportivas, cross e etc.

5) Você poderia contar quais são as 3 coisas que as pessoas não devem dizer a uma mulher motociclista?

Primeiro: “você não vai conseguir”. Isso me incomoda muito, não se julga um livro pela capa!

Segundo: “essa moto não é pra você”.

Terceiro: “lugar de mulher é na carona”. Essa é para acabar!

6) Pra você, as mulheres são mais corretas na pilotagem do que os homens? Por quê?

Na realidade acho que as mulheres são mais cuidadosas quanto ao jeito de pilotar. Falo por mim, eu me cuido e procuro prestar atenção.

7) Ainda existe muito assédio e preconceito contra mulheres que andam de moto, você já sofreu alguma vez? Como lidou?

Assédio eu nunca sofri, sou admirada sim, tanto pelos homens como pelas mulheres, mas sempre de uma maneira saudável. Agora quanto ao preconceito, existe bastante. Um tempo atrás, no moto clube que a gente andava, foi proibida a participação de mulheres no grupo, independentemente de serem esposas dos integrantes ou não, não poderia entrar mulheres. Achei isso puro machismo! Na hora fiquei muito chateada e triste, tentei argumentar mas foi em vão, então, criamos um sub grupo e agora saímos todos os finais de semana.

Para tudo nessa vida existe uma saída. Deixar de andar de moto não é uma delas.

8) O que você diria para incentivar outras mulheres a pilotarem uma moto?

Se você tem o sonho de um dia pilotar, não espere, vá atrás dele. Faça a carteira, compre uma moto e vá sem medo, sem dar bola para os outros. Apenas faça! Com certeza você irá conseguir, basta querer e tentar.

E aí, mulherada? A conversa com a Tatiana te deu um incentivo? 😉

This Post Has 2 Comments
  1. Tenha 58 anos e depois de muitas viagens pelo Brasil, Rota 66 com uma Street Glide, de Chicago a Los Angeles, este ano iremos a Ushuaia.
    Seremos 3 Tyger 800, uma minha, uma BMW e uma Explorer 1200 do meu marido. Serão 13.000 km proximadamente em 30 dias.
    Acredito que não existe limite para mulheres motociclistas e tenha muito orgulho de fazer parte desta historia. Parabéns para nós Tatiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ofertas e Eventos

Inscreva-se para receber todas as as novidades.

Florianópolis
+55 (48) 3244-1901
E-mail: contato@triumphfloripa.com.br

Av. Marinheiro Max Schramm, 3233, J.Atlântico – Florianópolis

2019 Triumph | Floripa - Direitos Reservados.

Back To Top
Close search
Search